Vagas para a educação a distancia, como funciona?

Como funciona o processo de vagas para educação a distância no Brasil? O que fazer para conseguir uma vaga em uma faculdade pública ou particular para cursos na modalidade EAD?

» Página Inicial

O processo de vagas nas universidades de educação a distância é um pouquinho diferenciado do modelo presencial, afinal na educação a distância as faculdades não precisa se preocupar com o contingente, ou seja, não existe necessariamente imitador físico e de espaço que determina a quantidade de alunos que terá em uma determinada turma. Com isso a faculdade consegue atender um número muito maior de alunos uma vez que não há necessariamente obrigação de ter uma cadeira física para alunos entrar.

Vestibular

Mas isso não significa que elas podem colocar qualquer pessoa para estudar já que existem exigências quanto é o ingresso nos cursos bem como a infraestrutura necessária para atender os alunos que estão escritos. Para entrar em uma universidade distância tanto as instituições particulares como as públicas exigem o processo seletivo ou o vestibular que irá determinar se o aluno tem condição de acompanhar o curso, bem como considerar a sua nota para uma possível nota de corte.

Nota do Enem

Uma dúvida que muita gente pode ter s é possível usar a nota do ENEM para entrar em uma universidade pública para fazer um curso à distância. Atualmente isto não é possível e a nota do ENEM ela é usada apenas como processo de seleção para os cursos na modalidade presencial através do SISU. Nos cursos a distância, mesmo nas universidades públicas e necessário submeter ao vestibular tradicional específico para modalidade EAD.

Polos de apoio presencial

Outro ponto importante que deve ser considerado quanto ao número de vagas é a infraestrutura que o polo de apoio presencial terá para atender os alunos. Quando falamos de educação a distância no Brasil no âmbito de cursos superior é necessário considerar que parte dessas aulas e outras atividades são na verdade presenciais e portanto a estrutura do polo deve ser de acordo com a quantidade de alunos que estão matriculados nos cursos da instituição que este polo atende. Portanto, mesmo não havendo necessariamente um limitador para as universidades em termos de vagas e quantidade de alunos por turma é necessário considerar o limitador físico dos polos de apoio presencial ao aluno deverá estar na cidade ou na região onde o aluno estiver matriculado.


Veja também: