Porque os cursos superiores a distância são mais baratos?

Veja algumas explicações do porquê dos cursos superiores a distância serem mais baratos. Mostraremos o impacto econômico na infraestrutura, alunos, professores e outros fatores.

» Página Inicial

O valor das mensalidades de faculdades à distância é bem inferior aos praticados nos cursos presenciais e essa diferença de valor pode ser explicada por alguns fatores que iremos relacionar abaixo. Muitos podem acreditar que isso tem a ver com a qualidade, ou seja, quanto mais barato curso pior é a qualidade dele, mas nesse caso existem outros fatores que podem explicar tranquilamente o fato das universidades conseguir trabalhar com valores tão baixos para as mensalidades de seus cursos.

Infraestrutura mais enxuta

O primeiro deles eu fato de que as universidades não precisam de uma infraestrutura tão grande para oferecer cursos a distância, com isto não há necessidade de construir prédios, salas de aulas e outras infraestruturas que são comuns nas faculdades presenciais. O que elas precisam é credenciar polos de apoio presencial ao aluno, mas boa parte esses polos são apenas credenciados usando um sistema muito parecido com as franquias, isto é, a faculdade delegada a uma empresa local a responsabilidade de fazer o atendimento ao aluno.

A educação presencial é cara, inicialmente por conta da infraestrutura que ela precisa para funcionar. A construção de um prédio é algo caríssimo, equipá-lo com todos os equipamentos, laboratórios e infraestrutura necessários, também custa muito dinheiro. Todo esse investimento de alguma forma vai se refletir no valor das mensalidades que os alunos terão que pagar, afinal de contas alguém tem que pagar essa conta.

Maior número de alunos por curso

O segundo fator que pode tornar mais barato é que não há limite do número de alunos que podem estar inscritos em um determinado curso com isso a infraestrutura empregada para oferecer um curso é diluída muito maior pela quantidade de alunos do que se tivesse limitado a 50 ou 100 alunos dentro de uma sala de aula presencial. Está é uma explicação econômica e bastante simples de entender, pois quanto maior o número de alunos menor o custo para oferecer aquele curso.

A quantidade de alunos em uma turma de um fator determinante para fazer o rateio de custos e quanto mais alunos for possível colocar em uma turma, mais barato será a folha de pagamento, os investimentos necessários em infraestrutura, a locação de espaço, dentre outros recursos.

Assim, poder trabalhar com mais alunos e com menos recursos, possibilita as instituições trabalharem com mensalidades mais baratas.

Menor quantidade de professores

Por outro lado a faculdade e universidade consegue trabalhar com número menor de professores uma vez que as aulas são transmitidas via satélite ou pela internet a partir de uma central de distribuição para os polos e para todos os alunos no país inteiro, então um único professor consegue dar aula para milhares de alunos espalhados pelo país. Menos professor é menos custo para a universidade e consequentemente tem impacto com o valor das mensalidades tornando-as mais baratas.

Custo operacional reduzido

Por fim existe a questão operacional de uma maneira geral, que no caso da educação a distância é menor levando em conta menor gasto com recursos humanos, energia elétrica, segurança, entre outros fatores. No modelo presencial tudo isso acaba onerando em altos custos para as universidades, enquanto que no modelo EAD, embora esses custos existam, mas ele tende a ser menor e com isso as universidades conseguem oferecer cursos mais baratos.

O custo operacional é um fator importante para qualquer empresa, seja ela pública ou privada. Ainda que a Infraestruturas seja cara e o custo com aquisição de equipamentos seja algo que consome muitos recursos, na prática o operacional acaba sendo um fator mais determinante pois ele a constante e isto significa muito em termos de valor que os alunos terão de pagar.


Veja também: